18 de março de 2011

Pedro Juan e seu espanhol peculiar.

conheci Pedro Juan tem quase tres anos. ele ainda vivia naquela casca de árvore úmida que era o casamento. o dele, claro. fiz muita força para encontrá-lo por todos esses tempos. só para tê-lo por perto. ouvir suas histórias e seu hálito quente no meu pescoço.
saudade a gente só pode sentir.
Pedro Juan falava um espanhol sofrido, quase sussurrado. me chamava de pequeña. eu gostava de Pedro Juan. eu ainda me vejo em seus braços.
saudade a gente só pode sentir e lamentar.
pequeña alice. ele tinha gosto de sonho bom.

Um comentário:

jururu disse...

"saudade a gente só pode sentir e lamentar."

caraleo, Bibs.